Bloco Coruja

História – Criado em 1963, o Coruja carrega muitas histórias de folia e animação. Como um bom anfitrião, o Coruja já contou com a participação de grandes nomes da música baiana, a exemplo do cantor Ricardo Chaves que, até o Carnaval de 2001, foi o responsável por cativar um número significativo de associados.

Em 2002, a cantora Ivete Sangalo assumiu o comando do bloco e deu um novo fôlego aos foliões. Desde então, foi só sucesso rendendo ao Coruja o título de melhor bloco do carnaval durante anos. Durante os dias de desfile do Coruja, Ivete sempre recebe em seu trio artistas, atores, presenteadores e personalidades, sempre tem convidados especiais, alguns até cantam com ela e outros aparecem apenas para curtir o bloco mais animado da folia dando ainda mais brilho e enchendo o coração dos foliões de alegria, pois se tornam uma atração a parte.

O ano de 2009 foi marcante para o Coruja, que modificou o seu formato, passando a esbanjar sua beleza nos dois circuitos da folia, 2 dias na Avenida (Campo Grande) e 1 dia na Barra/Ondina. A estratégia deu tão certo que a produção do bloco repetiu a programação até o carnaval de 2016.

Mas inovar e dar o melhor para os seus foliões é uma das principais características do Coruja, e no carnaval de 2017 não poderia ser diferente. O bloco vai desfilar na Segunda-feira com Ivete Sangalo, e no Domingo, o bloco recebe pelo segundo ano consecutivo a energia contagiante da Timbalada.

Estrutura – O carro de apoio é equipado com bares, cabines sanitárias e posto médico. O trio elétrico é moderno e dispõe de equipamentos de som e iluminação de ultima geração. Uma equipe qualificada, com cerca de 1000 pessoas, composta de produção, socorristas, segurança, brigadistas e coordenadores, atendem aos foliões durante os 03 dias de desfiles, dando ainda mais segurança.